Tela de LED chega ao cinema brasileiro; saiba quanto vai custar a experiência

Discussão em 'Tvs, LCD, LED, OLED - HD, 3D & 4K' iniciado por agnaldovs, Fevereiro 27, 2019.

  1. agnaldovs

    agnaldovs Membro ELITE
    Colaborador Premium Privado

    Afiliado:
    Dezembro 18, 2009
    Mensagens:
    3,982
    Aprovações Recebidas:
    775
    [​IMG]

    O Cinépolis do Shopping Iguatemi JK, em São Paulo, é o primeiro a ter a tecnologia no país. Quando exibidas nessa tela, as imagens têm maior nitidez e luminosidade

    Esta é para os cinéfilos: ver filmes no cinema com qualidade LED já é possível no Brasil. A primeira tela do tipo no país acaba de ser inaugurada em São Paulo e fica no Cinépolis do Shopping Iguatemi JK. Chamada de Samsung Onyx, a tecnologia consiste em módulos de LED e, além de estar disponível para salas de cinema comerciais, pode ser usada em casa.

    Segundo Kaue Melo, diretor de B2B da Samsung Brasil, essa primeira tela instalada no país tem de 455 polegadas preenchidas com 23 milhões de leds, o que dá a ela um contraste infinito. Além disso, o modelo atinge até 300 nits (uma unidade de medida de luminosidade), enquanto uma tela comum só chega a 48 nits. “Para completar, a resolução é 4K (4.096 x 2.160 pixels)”, diz. Essa tecnologia, aliada ao formato diferenciado de projeção proporcionado pelo LED (que não é afetado pela luz ambiente), evita distorções e proporciona uma sensação real de imersão.

    Na opção residencial, o que muda é o LED utilizado nos módulos. Segundo Melo, poderia até ser usado o mesmo componente, mas como o tamanho dos ambientes domésticos em geral é menor, não faz sentido. “No cinema, o LED é P2.5 (2,5mm pontos por pixel). Já para casas, usa-se o P1.5.”

    Segundo Luiz Gonzaga de Luca, presidente do Cinépolis, a tela LED oferece até 10 vezes a luminosidade de uma projeção convencional. “São 60 mil lúmens. Seu uso é ajustado conforme a necessidade do filme exibido”, explica. “Em obras com cenas mais escuras e naquelas com imagens em 3D, a diferença na nitidez é muito grande.”

    A reportagem do Olhar Digital assistiu a parte do filme “Alita: Anjo de Combate” na nova tela e notou que a diferença nas imagens é realmente grande. É possível ver até ruguinhas quase imperceptíveis (e que, certamente, não estariam visíveis em uma tela comum) em volta dos olhos de Jennifer Connelly, que interpreta Chiren. Além disso, as cenas são muito mais iluminadas do que no cinema convencional.

    Preços dos ingressos

    Toda essa experiência tem um preço. O ingresso individual para a sala com tela Samsung Onyx do Shopping Iguatemi JK custa de R$ 67 a R$ 84, a depender do dia e do horário da sessão. Estudantes e idosos pagam meia.

    Quem quiser ter a novidade em casa, por sua vez, deve consultar a Samsung para saber o preço do produto. “Os projetos são personalizados de acordo com o ambiente em que os módulos de led vão ser instalados. Então, o custo é definido com base nas características específicas do local”, explica Melo, da Samsung.

    Créditos: Roseli Andrion - Olhar Digital
     
    AZGMP e NEO curtiram isso.
  2. NEO

    NEO Membro ELITE
    Moderador Senior

    Afiliado:
    Dezembro 18, 2009
    Mensagens:
    4,478
    Aprovações Recebidas:
    571
    Tai um cinema que nunca vou visitar. Espero que a moda não pegue.
     
  3. AZGMP

    AZGMP Membro ELITE
    Colaborador Premium Privado

    Afiliado:
    Dezembro 18, 2009
    Mensagens:
    1,902
    Aprovações Recebidas:
    180
    Tecnicamente bacana, mas bem como disse o NEO, tomara que a moda não pegue...

    Outra coisa, para assistir filmes neste sistema, o mercado disponibiliza TV's com estas resoluções e os HT's evoluíram muito (sou ainda amante do bom e velho HI-FI, ainda mais que ouço só de um ouvido).

    $67 para assistir um filme em um shopping que não tolera pessoas de minha classe financeira?

    Nunca!

    Att;
     
    NEO curtiu isso.
  4. verssa

    verssa Membro ELITE
    Colaborador Premium Privado

    Afiliado:
    Dezembro 18, 2009
    Mensagens:
    2,355
    Aprovações Recebidas:
    276
    Muito caro mesmo eu que pago meia,tô fora.
     

Compartilhe esta Página